RHS
   Entre em contato
    CBSM
   Web-Rádio Delírio Coletivo
Eu não Renuncio
 Comemorando o 18 de Maio-Dia Nacional da Luta Antimanicomial Sabrina Ferigato nos brinda com um poema produzido no Sarau da UFscar em 2017 e não renuncia á democracia para que possamos ter uma vida livre e sem TEMER!
 
 
Publicado em 22 de Maio de 2017

"Eu não renuncio!"


Eu não renuncio aos meus direitos,
Não abro mão dos meus delírios de liberdade
Eu não renuncio à democracia, 
Nem à minha vida como uma vida digna de ser vivida
Não renuncio aos meus desejos e a minha louca participação
Não renuncio à minha saúde mental,
que sobrevive à essa sociedade insana...
Denuncio o ataque à Saúde, à Educação e à Cultura
O assassinato das utopias
Denuncio a medicalização da vida e a despolitização do Estado
Denuncio a crise da representação e aposto na multidão
Anuncio meu desejo por uma sociedade sem manicômios
E minha alucinação por um Planalto sem perversões
Anuncio minha aposta na vida
Dou um golpe no ódio e nas forças destrutivas
Ativo com vocês a força do plano coletivo,
Nossas forças de resistência e criação
Criação de uma geração sem indiretas, sem muros, sem Temer!


Sabrina Ferigato

 
(texto produzido para o Sarau da Luta antimanicomial – São Carlos, 2017)

Dê-lirar é fundamental!
 
"Tão fundamental que se eu fosse uma filósofa importante mudaria a máxima cartesiana para: "Deliro, logo existo".  É comum que se diga que só os loucos deliram, mas isso não é verdade.  Todos nós deliramos. 
Quem não delira ou é pedra ou é planta.  Todas as pequenas e grandes realizações humanas iniciaram com um delírio, ou seja, numa invenção da cabeça de alguém."
(Rita Almeida-Psicóloga).
Comunique-se conosco
 
 
 (47) 3423-0245
R. Tubarão, 128, América, Joinville  CEP: 89204-340
Encontre-nos!
 
Home   •   Ir para cima   •   Sitemap
Facebook Twitter Google+ Google Pinterest LinkedIn Email Addthis
© Todos os direitos reservados ao proprietário da marca.
 
ARQUIVO CRÉDITOS NÃO ESTÁ ABRINDO, ESTÁ COM ERRO OU NÃO POSSUI A ASSINATURA.